Pular para o conteúdo principal

9 maneiras gratuitas de encantar os seus clientes



Não é necessário muito tempo ou dinheiro para realmente despertar as mentes dos clientes. Aqui estão algumas ideias.

O garçom trouxe três pratos para a nossa mesa. Ele colocou um copo na mesa, fez contato visual com cada um de nós e perguntou-nos como estávamos hoje. Então ele parou quando três clientes encontraram seu olhar. Ele sorriu e conversou por cerca de 10 segundos... E, em seguida, colocou os outros dois copos e afastou-se para cuidar de outros clientes.

Leva apenas alguns segundos para fazer uma conexão, para realmente olhar e ouvir os clientes. O garçom fez um "oba" gratuito junto com os pratos e ganhou-se uma gorjeta memorável.

Claro, o seu negócio pode ser mais complexo do que o serviço de um restaurante, mas é exatamente por isso que alguns segundos de atenção verdadeiramente pessoal pode tocar a mente das pessoas. E não tem que custar nada. Aqui estão nove maneiras de encantar os seus clientes e sem gastar um centavo:

1.   "Só pensando em você." Desafie o público a experimentar esta situação: Busque seus contatos e escolha cinco pessoas que você não falou em um ano. Chame-os e Diga-lhes: "Eu estou pensando em você. Como vocês estão?" É muito fácil. Quem sabe? Este pode ser o dia em que eles precisarão de seu produto ou serviço.

2.   Contato com os olhos. Cada dia da semana, vemos um número estimado de 900 pessoas. Quantos realmente você fez contato visual? Um ou dois? O garçom tinha razão. Os 10 segundos de bate-papo com os clientes foi notável porque o contato com os olhos, disse: "Eu estou presente. Estou ouvindo. Eu me importo".

3.   Sorriso. Mostrar os pés de galinha! Realmente sorrisos genuínos, como um sorriso Duchenne (primeiro observado por um médico francês no século 19) inclui a área ao redor dos olhos, bochechas e boca. Não há nada como um sorriso vencedor para mostrar aos clientes que você aprecia-os e seus negócios. Falando com um cliente por telefone? Sorria ao falar e eles vão ouvi-lo em sua voz.

4.   Toque apropriado. Vamos começar este item dizendo que isso pode ser muito sensível e depende de cada situação e relacionamento. Um aperto de mão que dura microssegundos a mais ou um leve toque no ombro ou tapinha nas costas pode transmitir calor e sinceridade a um empregado ou cliente. Abraços podem ser bem intencionados, mas pode ser desconfortável para o destinatário a menos que você os conheça bem, deixe suas ações assumir a liderança.

5.   Interesses comuns. Mesmo que esteja ocupado, não ignore seus clientes, identifique o que eles gostam, entre em sintonia com eles e crie oportunidade de se relacionar para que fiquem mais tempo na empresa e compre muito mais do que o planejado.

6.   Interesses pessoais. Lembre-se de alguns detalhes sobre a vida do seu cliente regular para que a próxima vez que ele vir, você possa perguntar: "Como estão as crianças estão se saindo na natação?" Mesmo que o seu cliente não seja local, Facebook, blogs e outros sites sociais fornecem pistas sobre os interesses pessoais de seus clientes.

7.   Elogios. Existe alguma coisa melhor do que começar o dia com um elogio? "Eu amo essa cor em você", "Você realmente teve o cuidado de que o projeto saísse rapidamente." Para que um elogio tenha sucesso, ele deve ser honesto e específico. Não faça comentários gerais.

8.   Dê a mão. Todo mundo precisa de alguma coisa. Talvez seja uma nova babá ou encaminhamento para um encanador. Ou talvez, você precisa encontrar uma moradia para um estudante universitário na cidade. Criar uma conexão especial pode resgatar um cliente ou um potencial cliente.

9.   Gostos e desgostos. Grandes empresas, como hotéis, usam software de gerenciamento de relacionamento com clientes para ajudá-las a lembrar de que você gosta de travesseiros de espuma em vez de pena. Acompanhe e mostre aos clientes que se preocupam com as suas preferências.

Escolha uma dessas ideias e tente encantar uma pessoa amanhã. Veja como os clientes responderam e as chances são de que eles voltarão a você com maior frequência.

REFERÊNCIAS:

Tradução e adaptação do texto original de:

SIEGEL, R. S.  9 free ways to dazzle your customers. Inc. Magazine.  Disponível em <  http://www.inc.com/rene-shimada-siegel/9-free-ways-dazzle-customers.html > Acessado em 27 de Jul. de 2013.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Significado Prático do 5S

Gerisval Alves Pessoa*
Daniel da Silva Jatahy**
Conceito de 5S


È um programa de educação e treinamento que busca a mudança no comportamento e nos hábitos das pessoas, de maneira simples e ao mesmo tempo revolucionária, por meio da prática de ações de melhorias contínuas no ambiente de trabalho e no gerenciamento do dia a dia das organizações.

Tem como objetivo principal preparar uma empresa, um departamento, um bairro, uma escola, uma cidade ou qualquer espaço físico para uma intervenção de melhoria no ambiente, por meio do envolvimento das pessoas e do trabalho em equipe.

Os 5S são uma derivação de cinco palavras de origem japonesa adaptadas para o português conforme descritas abaixo:


- Seiri: Senso de Utilização
- Seiton: Senso de Ordenação
- Seisou: Senso de Limpeza
- Seiketsu: Senso de Higiene, Saúde ou Bem Estar
- Shitsuke: Senso de Autodisciplina

Mas para torná-lo simples, é necessário que entendamos de forma prática o conceito de cada senso e que o torne uma ferramenta para ser utilizada …

Série Ferramentas de Gestão: FMEA

FMEA (Failure Mode and Effect Analysis) - Análise dos Modos e Efeitos das Falhas
FMEA é uma ferramenta básica aplicada à confiabilidade que tem sua principal aplicação para a:
-Melhoria de um produto ou processo já em operação. A partir da identificação das causas das falhas ocorridas e seu posterior bloqueio. -Detecção e bloqueio das causas de falhas potenciais (antes que aconteçam) em produtos ou processos já em operação. -Detecção e bloqueio das causas de falhas potenciais (antes que aconteçam) em produtos ou processos, ainda na fase de projeto.
A ferramenta FMEA (Análise dos Modos e Efeitos das Falhas) é um método de análise de projetos (de produtos ou processos, industriais e/ou administrativos) usado para identificar todos os possíveis modos potenciais de falha e determinar o efeito de cada uma sobre o desempenho do sistema (produto ou processo), mediante um raciocínio basicamente dedutivo. É um método analítico padronizado para detectar e eliminar problemas potenciais de forma siste…

Série Ferramentas de Gestão: Diagrama do Processo Decisório

Diagrama do Processo Decisório ou PDPC (Process Decision Program Chart)

O Diagrama PDPC procura não apenas antecipar possíveis desvios de rota, mas também desenvolver medidas alternativas que previnam a ocorrência de desvios e atuem satisfatoriamente caso ocorram desvios de rota
O PDPC procura também, desenvolver planos de contingências / planos alternativo para lidar com as incertezas.
Deve-se usá-lo quando:
1.A tarefa é nova ou única; 2.O plano de implementação é complexo e difícil execução; 3.A eficiência de implementação é crítica. 4.Projeto de instalação de uma nova máquina ou intervenção de manutenção 5.Desenvolvimento e introdução de novos produtos
O PDPC pode também, ser usado para mostrar a cadeia de eventos que levam a um resultado indesejável.
Roteiro para Construção:
O Diagrama do Processo Decisório (DPD) é construído nas seguintes etapas:
• Fluxo básico • Macro-DPD • Micro-DPD

Roteiro Básico:
1.Definir os pontos de partida e de chegada 2.Traçar um plano otimista  3.Pensar sobre fatos qu…