Pular para o conteúdo principal

Os líderes positivos gerenciam a lanterna de suas mentes



Um líder de alto desempenho tem que ser positivo para alcançar os resultados desejados, mas como tornar-se positivo?

Concentrar-se é importante, mas em dois sentidos: Com foco em emoções positivas, em saber onde você está indo e em usar as emoções para chegar lá. Isso faz parte da arte da liderança, e do ponto de vista da inteligência emocional que se baseia em todos os aspectos, principalmente emocional de autorregulação.

Mas, como os líderes podem se concentrar em manter-se autopositivo?

O gerenciamento de suas próprias emoções é determinado pela forma que se concentrar. O “olho da mente” é como uma lanterna. Esta lanterna pode sempre procurar algo positivo ou algo negativo. O segredo é ser capaz de controlar essa lanterna para procurar a oportunidade e o positivo. Quando você faz isso, está jogando para ganhar. Você é capaz de se concentrar nas coisas certas e manter-se autopositivo.

Agora, o cérebro por padrão vai olhar para o que é negativo até que você tem a garantia de sobrevivência. Uma vez que você sinta que é capaz de sobreviver, então pode olhar para o lado positivo. Muitas pessoas nas organizações e na vida sentem como elas são reféns. Elas estão olhando para o que pode dar errado, a fim de sobreviver e não jogam para ganhar, jogam para não perder. São muito defensivas. O estado em que você está é determinado pelo que você foca, e esse foco é muito importante para gerenciar. Mas, um líder, usando a inteligência emocional e autorregulação, não só tem que concentrar-se no olho da sua própria mente, mas também, ajudar os outros a se concentrarem no olho das suas mentes.

Fazendo um paralelo de uma negociação com uma situação de refém: Um sequestrador quer algo, e o negociador tem que ser capaz de formar um vínculo, formar uma relação com essa pessoa negativa. Através desse relacionamento que inicia um diálogo para entender o que ele precisa, qual é perda, qual é a dor, e ajudá-lo a mudar a mentalidade e procurar uma saída: A desistir de seus reféns, desistir de suas armas e sair sabendo que provavelmente irá para a prisão. A taxa de sucesso é de aproximadamente 95%. Isso mostra o que finalmente os seres humanos querem: Ser parte da vida. Mas, também tem muito a ver com estado positivo do negociador no momento, concentrando-se em um resultado positivo.

REFERÊNCIAS:      

Extraído, traduzido e adaptado do texto original de:

GOLEMAN, Daniel. Positive leaders manage their mind’s 'flashlight'.  Linkedin.com. Disponível em< http://www.linkedin.com/today/post/article/20130711015235-117825785-positive-leaders-manage-their-mind-s-flashlight?trk=mp-author-card> > Acessado em 21 de Jul. 2013.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Significado Prático do 5S

Gerisval Alves Pessoa*
Daniel da Silva Jatahy**
Conceito de 5S


È um programa de educação e treinamento que busca a mudança no comportamento e nos hábitos das pessoas, de maneira simples e ao mesmo tempo revolucionária, por meio da prática de ações de melhorias contínuas no ambiente de trabalho e no gerenciamento do dia a dia das organizações.

Tem como objetivo principal preparar uma empresa, um departamento, um bairro, uma escola, uma cidade ou qualquer espaço físico para uma intervenção de melhoria no ambiente, por meio do envolvimento das pessoas e do trabalho em equipe.

Os 5S são uma derivação de cinco palavras de origem japonesa adaptadas para o português conforme descritas abaixo:


- Seiri: Senso de Utilização
- Seiton: Senso de Ordenação
- Seisou: Senso de Limpeza
- Seiketsu: Senso de Higiene, Saúde ou Bem Estar
- Shitsuke: Senso de Autodisciplina

Mas para torná-lo simples, é necessário que entendamos de forma prática o conceito de cada senso e que o torne uma ferramenta para ser utilizada …

Série Ferramentas de Gestão: Diagrama do Processo Decisório

Diagrama do Processo Decisório ou PDPC (Process Decision Program Chart)

O Diagrama PDPC procura não apenas antecipar possíveis desvios de rota, mas também desenvolver medidas alternativas que previnam a ocorrência de desvios e atuem satisfatoriamente caso ocorram desvios de rota
O PDPC procura também, desenvolver planos de contingências / planos alternativo para lidar com as incertezas.
Deve-se usá-lo quando:
1.A tarefa é nova ou única; 2.O plano de implementação é complexo e difícil execução; 3.A eficiência de implementação é crítica. 4.Projeto de instalação de uma nova máquina ou intervenção de manutenção 5.Desenvolvimento e introdução de novos produtos
O PDPC pode também, ser usado para mostrar a cadeia de eventos que levam a um resultado indesejável.
Roteiro para Construção:
O Diagrama do Processo Decisório (DPD) é construído nas seguintes etapas:
• Fluxo básico • Macro-DPD • Micro-DPD

Roteiro Básico:
1.Definir os pontos de partida e de chegada 2.Traçar um plano otimista  3.Pensar sobre fatos qu…

Série Ferramentas de Gestão: FMEA

FMEA (Failure Mode and Effect Analysis) - Análise dos Modos e Efeitos das Falhas
FMEA é uma ferramenta básica aplicada à confiabilidade que tem sua principal aplicação para a:
-Melhoria de um produto ou processo já em operação. A partir da identificação das causas das falhas ocorridas e seu posterior bloqueio. -Detecção e bloqueio das causas de falhas potenciais (antes que aconteçam) em produtos ou processos já em operação. -Detecção e bloqueio das causas de falhas potenciais (antes que aconteçam) em produtos ou processos, ainda na fase de projeto.
A ferramenta FMEA (Análise dos Modos e Efeitos das Falhas) é um método de análise de projetos (de produtos ou processos, industriais e/ou administrativos) usado para identificar todos os possíveis modos potenciais de falha e determinar o efeito de cada uma sobre o desempenho do sistema (produto ou processo), mediante um raciocínio basicamente dedutivo. É um método analítico padronizado para detectar e eliminar problemas potenciais de forma siste…