Pular para o conteúdo principal

Como reprogramar seu cérebro para se tornar mais bem sucedido



A edição mais recente da revista The New Yorker contém um artigo sobre os neurocientistas que estudam a forma como o cérebro recupera memórias. O que eles descobriram é provavelmente o avanço mais importante de todos os tempos no campo da formação do sucesso.

Como o cérebro lembra

A maioria das pessoas pensa sobre a memória humana como uma memória fita de vídeo ou de um computador. Quando você se lembrar de algo, você está trazendo de volta a memória, que é vívida ou vaga, dependendo de como você é bom em lembrar das coisas.

Acontece que a memória humana não é assim em tudo. Quando você se lembrar de algo, seu cérebro "religa" as conexões entre os neurônios, literalmente mudando a estrutura de seu cérebro. Ao invés de reprodução de vídeo, a memória humana é mais como a edição de vídeo. Quando você se lembrar de algo, você está recriando, alterando e rememorando. A memória está sujeita a mudanças cada vez que você lembra.

De acordo com as últimas pesquisas, é possível editar intencionalmente más recordações para remover os maus sentimentos associados a essas memórias. Esta nova terapia de memória está sendo usada no tratamento de pessoas que sofrem de transtorno de stress pós-traumático (PTSD)

O que isto significa para você

A sua atitude e comportamento, as duas coisas que te fazem bem sucedida, são fortemente influenciadas por suas memórias. Por exemplo, se você já experimentou um fracasso doloroso no passado, é mais provável que você evite correr riscos, mesmo que sejam pequenos. Da mesma forma, se você já teve sucesso no passado, você está mais propenso a tomar medidas para repetir esses sucessos, se você tem vívidas lembranças positivas sobre eles.

A razão porquês esta pesquisa é tão importante, é que agora sabemos que é possível:

1.    Edite suas memórias ruins para que elas não o bloquei
2.    Edite suas boas lembranças para que elas o impulsione para a frente.

Em outras palavras, você pode, literalmente, reprogramar seu cérebro para torná-lo mais bem-sucedido.


Como enfraquecer as suas más recordações

O método descrito no artigo é quase exatamente o mesmo que um método que autor e palestrante motivacional Anthony Robbins tem treinado as pessoas nas duas últimas décadas.

Para extrair as presas venenosas (como se fosse) de suas más recordações, traga a recordação em sua mente, e então imagine ficando menor e mais escuro, como se estivesse assistindo a uma pequena TV preto-e-branco. Agora adicione detalhes que embaralham a recordação. Por exemplo, se você está se lembrando de um tempo em que errou em uma apresentação, mude o público (um pequeno público em uma pequena situação) de modo que todos eles estejam vestindo roupas de palhaço.

Faça isso cinco ou 10 vezes e você vai descobrir que a recordação ruim simplesmente não vai mais perturbá-lo. A partir daí, a lembrança da apresentação vai fazer você rir, porque você literalmente e fisicamente reprogramou seu cérebro.


Como fortalecer suas boas recordações

Para fazer as boas recordações mais poderosas e motivadoras, faça a mesma coisa ao contrário. Traga a recordação à sua mente até tão vividamente quanto você pode, em uma tela de projeção gigante com som surround. Torne-a brilhante e alto. Mais importante ainda, insira ou aumente os sentimentos maravilhosos que você experimentou nessa situação.

Faça isso cinco ou 10 vezes e você descobrirá que o que antes era apenas uma recordação feliz é agora uma motivação a condução. Quanto mais você experimentar a recordação, mais você vai querer torná-la real novamente.

Torne este processo de fazer a edição e melhoria de suas recordações em um hábito diário, pois ele poderá ajudá-lo a ser bem sucedido.


REFERÊNCIAS:

Tradução e adaptação do texto original de:

JAMES, Geoffrey. How to rewire your brain to become more successful. Inc.com.  Disponível em < https://www.themuse.com/advice/how-to-rewire-your-brain-to-become-more-successful > Acessado em 02 de Jul. de 2014.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Série Ferramentas de Gestão: FTA

Série Ferramentas de Gestão: FMEA

FMEA (Failure Mode and Effect Analysis) - Análise dos Modos e Efeitos das Falhas
FMEA é uma ferramenta básica aplicada à confiabilidade que tem sua principal aplicação para a:
-Melhoria de um produto ou processo já em operação. A partir da identificação das causas das falhas ocorridas e seu posterior bloqueio. -Detecção e bloqueio das causas de falhas potenciais (antes que aconteçam) em produtos ou processos já em operação. -Detecção e bloqueio das causas de falhas potenciais (antes que aconteçam) em produtos ou processos, ainda na fase de projeto.
A ferramenta FMEA (Análise dos Modos e Efeitos das Falhas) é um método de análise de projetos (de produtos ou processos, industriais e/ou administrativos) usado para identificar todos os possíveis modos potenciais de falha e determinar o efeito de cada uma sobre o desempenho do sistema (produto ou processo), mediante um raciocínio basicamente dedutivo. É um método analítico padronizado para detectar e eliminar problemas potenciais de forma siste…

Série Ferramentas de Gestão: Diagrama do Processo Decisório

Diagrama do Processo Decisório ou PDPC (Process Decision Program Chart)

O Diagrama PDPC procura não apenas antecipar possíveis desvios de rota, mas também desenvolver medidas alternativas que previnam a ocorrência de desvios e atuem satisfatoriamente caso ocorram desvios de rota
O PDPC procura também, desenvolver planos de contingências / planos alternativo para lidar com as incertezas.
Deve-se usá-lo quando:
1.A tarefa é nova ou única; 2.O plano de implementação é complexo e difícil execução; 3.A eficiência de implementação é crítica. 4.Projeto de instalação de uma nova máquina ou intervenção de manutenção 5.Desenvolvimento e introdução de novos produtos
O PDPC pode também, ser usado para mostrar a cadeia de eventos que levam a um resultado indesejável.
Roteiro para Construção:
O Diagrama do Processo Decisório (DPD) é construído nas seguintes etapas:
• Fluxo básico • Macro-DPD • Micro-DPD

Roteiro Básico:
1.Definir os pontos de partida e de chegada 2.Traçar um plano otimista  3.Pensar sobre fatos qu…