Pular para o conteúdo principal

8 Qualidades que a maioria dos empregadores querem de seus empregados



Diariamente surge um monte de pesquisas e as melhores delas são as que lhe dizem algo novo ou inova sobre um tema particularmente interessante relacionada às competências comportamentais.

Às vezes, porém, nos deparamos com uma pesquisa que apresenta simplesmente o que já sabemos, porém de forma nova e sob uma perspectiva instigante.

Assim é a nova pesquisa realizada com 174 empregadores pela OI Partners  por Parceiros OI, uma organização que se descreve como especializada em programas de recolocação profissional e transição de carreira, programas de coaching executivo, programas de desenvolvimento de liderança e soluções de força de trabalho.

O que me chama atenção sobre esta pesquisa é o tema “as oito qualidades que os empregadores mais valorizam nos trabalhadores”.

Sim, provavelmente cada gestor tem a sua própria lista do que procuram em um empregado, e provavelmente já a desenvolveram por meio da tentativa e erro ao longo de sua carreira profissional. Isso é o que torna esta pesquisa ainda mais interessante, porque qualquer gestor tem suas preferências de qualidades que quererem ver correspondidas nos  empregados comparadas com o que os outros gerentes estão procurando.

Então, aqui está uma lista, acompanhada dos comentários de Steve Ford, presidente OI Partners Veja se ela combina com a sua:

1. Ser parte de uma equipe (selecionada por 71% das empresas pesquisadas): "Ser parte de uma equipe assumiu uma prioridade maior já que muitas empresas ainda estão operando com as forças de trabalho mais enxutas e há uma maior necessidade de cumprir metas por meio dos outros".

2. Totalmente focado na satisfação do cliente (escolhido por 68% dos empregadores): "Os empregados devem compartilhar com seus líderes as cartas e e-mails de elogios que recebem. Não presuma que ele já sabe sobre o seu excelente serviço ao cliente, mas faça de uma forma discreta”.

3. Motive e envolva outras pessoas em seu ambiente de trabalho (escolhido por 65% das empresas): "Em uma economia desafiadora, os empregadores apreciam quando seus empregados alcançam e mantém-se mutuamente motivados e envolvidos em seu trabalho".

4. O sucesso em alcançar seus objetivos críticos (escolhido por 62% das empresas): "Estes são os primeiros de uma ou duas razões por ter optado de contratar uma pessoa e não a outra. Realizar esta qualidade conta mais do que quaisquer outras contribuições que você possa ter feito".

5. Trabalhe de forma inteligente (preferida por 60% das empresas): Isto inclui estar atualizada na tecnologia, mantendo suas habilidades e conhecimentos profissionais atualizados e continuamente à procura de melhorias de produtividade, eficiência e rentabilidade.

6. Trabalhe muito (selecionada por 57% dos empregadores): "Embora as empresas há anos tem preferido o trabalho inteligente a trabalhar muito mais, elas ainda querem que você seja dedicado ao seu trabalho, coloque um esforço extra e seja voluntário para preencher eventuais lacunas quando necessário".
 
7.  
Agrega valor para a organização (escolhido por 52% dos empregadores): recompensas de retenção são um reconhecimento do seu valor. Acompanhe e documente as formas específicas que você adicionou valor ao seu empregador.

8. Contribui para melhorar a força de trabalho (selecionada por 48% das empresas): Existem várias maneiras de fazer isso, inclusive ajudando a aumentar as vendas, reduzir custos, a diminuir a rotatividade de pessoas e fazer sugestões e recomendações úteis
.

Como é que esta lista comparada com a sua? Minha opinião é que você vai encontrar muitas sobreposições aqui, mas não ficarei surpreso se você também tiver outras qualidades que valem a pena acrescentar a esta lista.


REFERÊNCIAS: 

Tradução e adaptação do texto original de:

HOLLON, John. Survey: The 8 qualities Employers most want in their employees. TLNT – The Business of HR. Disponível em < http://www.tlnt.com/2012/05/21/survey-the-8-qualities-employers-most-want-in-their-employees/> Acessado em 28 de Dez. 2012.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Cinco habilidades que os supervisores de produção enxuta precisam

Os supervisores de produção enxuta  (lean production) sãomuitas vezesas engrenagensfundamentais noprocesso de melhoria das empresas. Estão na fronteira entre agestão da empresa eo “chão de fábrica”, lidam com questõesde entrega eajudam os seus subordinados a entregarem asmelhorias necessárias.
MikeWroblewski, diretor do Instituto Americano Kaizen, recentemente destacou cinco principais habilidadesexigidaspelos supervisores de produção enxuta necessárias para se sobressairem em suas funções:
1.Excelente conhecimento técnico.É essencialque ossupervisores de produção enxuta sejam um especialistasnas atividades sobre as quaiseles temresponsabilidade.Elesdevem conhecer osprocessos envolvidos de dentro para fora. 2.Conhecimento das responsabilidades de cada um. Parte desua interface com agestãorequer uma compreensão clara da descrição de cadacargo, de saberaspolíticas da empresa oude outras normas dolocal de trabalho.
3.Um especialista em Kaizen. O supervisor de produção enxuta deve teruma sóli…

Série Ferramentas de Gestão: FTA

Série Ferramentas de Gestão: FMEA

FMEA (Failure Mode and Effect Analysis) - Análise dos Modos e Efeitos das Falhas
FMEA é uma ferramenta básica aplicada à confiabilidade que tem sua principal aplicação para a:
-Melhoria de um produto ou processo já em operação. A partir da identificação das causas das falhas ocorridas e seu posterior bloqueio. -Detecção e bloqueio das causas de falhas potenciais (antes que aconteçam) em produtos ou processos já em operação. -Detecção e bloqueio das causas de falhas potenciais (antes que aconteçam) em produtos ou processos, ainda na fase de projeto.
A ferramenta FMEA (Análise dos Modos e Efeitos das Falhas) é um método de análise de projetos (de produtos ou processos, industriais e/ou administrativos) usado para identificar todos os possíveis modos potenciais de falha e determinar o efeito de cada uma sobre o desempenho do sistema (produto ou processo), mediante um raciocínio basicamente dedutivo. É um método analítico padronizado para detectar e eliminar problemas potenciais de forma siste…