Pular para o conteúdo principal

7 coisas que seus empregados não querem ouvir


Às vezes, o que você diz pode voltar contra você.
Claro, ações falam mais que palavras, mas quando seus empregados estão envolvidos, as palavras podem ainda ser motivação e desmotivação, especialmente quando você usa as palavras erradas.

Aqui estão sete coisas que você nunca deve dizer aos seus empregados:

1. “Boa ideia, agora se nós também”. Pessoas bem sucedidas ou mal sucedidas, muitas vezes dão o de si para agregar valor. Embora você possa ser capaz de melhorar a ideia de um empregado e possa ser fácil para você traçar um plano de implementação com base nessa ideia, cuidado ao fazer este tipo de comentário, pois você corre o risco de desmotivá-lo.
Tente esta colocação. Diga: "Uau, isso é realmente uma boa ideia" e, em seguida, faça perguntas. Pergunte como eles tiveram a ideia. Pergunte sobre o raciocínio por trás da ideia. Pergunte como eles acham que a ideia deve ser implementada. Muitas vezes o empregado já tem as respostas, e se não, você pode cuidadosamente orientá-los na direção certa.
Do ponto de um empregado as melhores ideias quase nunca são as suas ideias. As melhores ideias são as suas ideias, e merecidamente. Quando um empregado chega até você com uma ideia, certifique-se que permanece a ideia dele.

2. "Olhe. Quem está no comando aqui sou eu." Lidar com opiniões diferentes ou mesmo a dissidência aberta é um desafio para qualquer dono de uma pequena empresa ou para um líder de equipe. É fácil sentir-se inseguro e na defensiva. Quando isso acontece, você pode ser tentado a usar a regra de ouro: Aquele que manda, faz as regras.
Nunca recorra à expressão, "quem manda aqui é eu" para acabar com uma discussão com os empregados. Cada empregado sabe que você é responsável; dizendo assim, você destrói qualquer sentimento de colaboração, de trabalho em equipe e “estamos todos juntos nesta”. Quando você não pode rever uma decisão com dados ou fatos de que a decisão provavelmente não é a decisão certa.

Não tenha medo de voltar atrás. Não tenha medo de dizer que as suas opiniões iniciais ou decisões são erradas. Os empregados irão respeitá-lo ainda mais quando você admitir que cometeu um erro.


3. "Eu tenho uma grande oportunidade para você." Grandes oportunidades quase nunca são grandes, já que a frase é tipicamente seguida pela "oportunidade" de assumir um trabalho adicional ou lidar com um projeto que ninguém quer. Diga: "Fulano, na próxima semana você vai iniciar um trabalho em um novo projeto com o nosso melhor cliente", e Fulano saberá que será uma grande oportunidade para ele. Diga: "Fulano, esta será uma grande oportunidade para você: Na próxima semana você vai resolver todos os problemas no nosso armazém", e Fulano saberá que ele apenas ficará escravizado.
Verdadeiramente grandes oportunidades não necessitam de serem estabelecidas. Não venda ou você vai deixar seus empregados sentirem-se vendidos.

4. "Cara, eu estou ansioso para a minha viagem à Europa" Alguns empresários ou líderes de equipes assumem que seus empregados ficarão inspirados por seu sucesso (visível). A maioria dos empregados não fica.
Quanto mais você falar o quanto você é bem sucedido, seja aberta ou implicitamente, mais os seus empregados se ressentem do fato de seu sucesso é baseado no trabalho duro deles.
Isso é justo? Não. Isso acontece? Absolutamente. Nunca se vangloriar sobre o seu sucesso aos seus empregados ou sua equipe. Seja humilde.

5. "Eu já tive o suficiente. Eu estou fora daqui." Perspectiva é tudo. Do seu ponto de vista, ter um negócio ou liderar uma equipe pode ser estressante, desgastante e avassalador. Do ponto de vista do empregado você deve fazer isto.
Os empregados não querem sentir a sua dor. Nunca espere que os empregados simpatizem com você. Se você deve falar sobre o trabalho de um dia duro, fale sobre como o dia foi desafiador e todo mundo se uniu para fazer as coisas acontecerem. Ou compartilhe o quanto você aprecia a ajuda dos seus colaboradores. Sempre transforme um dia difícil em uma forma de reconhecer o quanto seus empregados trabalharam e não o quão duro você trabalhou.

6. "Não." Dizer não é aceitável, desde que a palavra "não" nunca é seguida por um período. As explicações são sempre necessárias quando você recusar um pedido ou recusar uma ideia, mesmo que o raciocínio por trás da sua decisão pareça óbvio para você.
Como dono de um negócio ou líder de equipe você provavelmente não tem na sua descrição de cargo seu trabalho esta função. Explicar, explicar, explicar é uma das principais ações da sua lista de funções.

7. "Nós". A palavra nós é muito poderosa, exceto quando ela é “nós não”. Os empregados percebem quando você fala da boca para fora "nós".
Em público, diga "eu" quando a sua empresa ou equipe comete um erro. Diga "nós" quando a sua empresa ou equipe fez algo bem feito.
Dentro da sua empresa ou na sua equipe, diga "você" quando os empregados fazem alguma coisa bem feita. Diga "nós" quando você faz algo bem feito, porque o seu sucesso é sempre construído por e com base nos esforços de seus empregados.

REFERÊNCIAS: 

Tradução e adaptação do texto original de:

 

HADEN, Jeff. 7 Things your employees never want to hear.  Inc. Magazine. Disponível em <http://www.inc.com/jeff-haden/7-things-your-employees-never-want-to-hear.html?nav=next> Acessado em 17 de mar. 2012.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Cinco habilidades que os supervisores de produção enxuta precisam

Os supervisores de produção enxuta  (lean production) sãomuitas vezesas engrenagensfundamentais noprocesso de melhoria das empresas. Estão na fronteira entre agestão da empresa eo “chão de fábrica”, lidam com questõesde entrega eajudam os seus subordinados a entregarem asmelhorias necessárias.
MikeWroblewski, diretor do Instituto Americano Kaizen, recentemente destacou cinco principais habilidadesexigidaspelos supervisores de produção enxuta necessárias para se sobressairem em suas funções:
1.Excelente conhecimento técnico.É essencialque ossupervisores de produção enxuta sejam um especialistasnas atividades sobre as quaiseles temresponsabilidade.Elesdevem conhecer osprocessos envolvidos de dentro para fora. 2.Conhecimento das responsabilidades de cada um. Parte desua interface com agestãorequer uma compreensão clara da descrição de cadacargo, de saberaspolíticas da empresa oude outras normas dolocal de trabalho.
3.Um especialista em Kaizen. O supervisor de produção enxuta deve teruma sóli…

Série Ferramentas de Gestão: FTA