Pular para o conteúdo principal

4 Coisas que o torna apto à promoção



Sentir-se pronto para uma promoção antes de seu gerente promove-lo para uma nova responsabilidade é uma frustração comum no local de trabalho. Muitas vezes, a visão de um empregado do que constitui os pré-requisitos para uma promoção é muito diferente do ponto de vista de seu gerente.

Antes de pedir uma promoção, considere essas quatro perguntas:

1.    Você é bom no que faz?

Parece simples, mas na verdade ser bom em seu trabalho muitas vezes é fundamental para ter o direito a avançar na carreira. Pergunte a si mesmo se você tem um dos melhores desempenhos de sua função e se é reconhecido como uma pessoa de alta performance.

Só porque você acha que é grande não significa que alguém acima de você notou isso. Procure os sinais óbvios, como elogios, avaliações de desempenho, porcentagens de bônus e rankings de resultados internos da empresa para determinar onde você está nos olhos de gestão.

Se você ainda não tem a reputação que você quer, busque maneiras de demonstrar o seu valor. Algumas maneiras de fazer isso são participar voluntariamente de projetos de alto impacto, demonstrando resultados mais fortes em métricas de desempenho, coletando endossos ou referências para o seu trabalho. Em outras palavras, faça suas contribuições, esforços e atitudes óbvias para aqueles que têm o poder de promovê-lo.

2 . Você está mais eficiente?

Pense em quanto tempo costumava levar para concluir todas as tarefas críticas sob sua responsabilidade. Em seguida, compare com o tempo que você gasta atualmente. Os empregados que se destacam geralmente tornam-se mais eficiente em relação a sua função original e assumem projetos mais complexos e muitas vezes mais valiosos.

Observe o quão bem você está fazendo nesta área e quais as novas funções tem absorvido devido à sua eficiência. Essas conquistas demonstram que você pode dominar novos desafios e aumentar o seu valor para a empresa. (Elas também servem como um grande impulsionador da confiança, muito útil ao negociar o seu valor em uma nova atribuição).

3. Você analisa a sua posição desejada?

Nem sempre se fala livremente, mas profissionais prontos para a promoção se realizam como os papéis que aspiram a alcançar. Avalie as tendências de vestuário, comportamento e as horas de trabalho das pessoas superiores a você. Espelhe naqueles com o melhor capacidade. Você não precisa ser um clone, mas as chances de ser gestores vão estar à procura de alguém para se encaixar com esses padrões.

4 . Você já concluiu o seu trabalho? ]

Antes de pensar em promoção, avalie se todas as suas entregas foram realizadas efetivamente. Assim, se você tiver feito de forma diferenciada, a promoção é sua. Dessa forma, você pode perceber que existirá alguém treinado e pronto para assumir o seu trabalho. Esta é uma das melhores maneiras de crescimento. É claro que ter uma pessoa substituta que é leal a você e gostaria de continuar a trabalhar para você também é uma grande vantagem. Em geral, uma das melhores maneiras de demonstrar que está pronto para crescer é desempenhar de forma efetiva o seu papel. Ao realizar isso, você também está ajudando o seu gerente a economizar tempo necessário para recrutar e treinar o seu substituto.

Se você realizou todas as tarefas e desafios em até quatro anos, é hora de ir atrás de uma promoção. Se não houver uma posição que você esteja alvejando, reveja os requisitos fundamentais para que possa apresentar como você é um bom jogador. Mesmo se não houver uma oportunidade hoje, torne-o público que você está interessado em se desenvolver profissionalmente. Você pode perguntar: "Eu tenho a meta de assumir a posição “X”. Que coisas são necessárias para me considerar pronto a uma promoção?" Descubra se você é "visto" como pronto para ser promovido, ou o que seria necessário para mudar o seu comportamento e ser levado a sério.

Ninguém deve se preocupar mais com o seu desenvolvimento profissional do que você mesmo. Se você usa o tempo para analisar honestamente sua candidatura e faz as perguntas difíceis sobre o que, e se alguma coisa é necessária para ajudá-lo a seguir em frente, então você estará pronto para a promoção.


REFERÊNCIAS:

Tradução e adaptação do texto original de:

RESHWAN, R. 4 Things that make you promotable. Business Insider.  Disponível em http://www.businessinsider.com/4-things-that-make-you-promotable-2014-3? > Acessado em 27 de Mar. de 2014.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Série Ferramentas de Gestão: FTA

Série Ferramentas de Gestão: FMEA

FMEA (Failure Mode and Effect Analysis) - Análise dos Modos e Efeitos das Falhas
FMEA é uma ferramenta básica aplicada à confiabilidade que tem sua principal aplicação para a:
-Melhoria de um produto ou processo já em operação. A partir da identificação das causas das falhas ocorridas e seu posterior bloqueio. -Detecção e bloqueio das causas de falhas potenciais (antes que aconteçam) em produtos ou processos já em operação. -Detecção e bloqueio das causas de falhas potenciais (antes que aconteçam) em produtos ou processos, ainda na fase de projeto.
A ferramenta FMEA (Análise dos Modos e Efeitos das Falhas) é um método de análise de projetos (de produtos ou processos, industriais e/ou administrativos) usado para identificar todos os possíveis modos potenciais de falha e determinar o efeito de cada uma sobre o desempenho do sistema (produto ou processo), mediante um raciocínio basicamente dedutivo. É um método analítico padronizado para detectar e eliminar problemas potenciais de forma siste…

Série Ferramentas de Gestão: Diagrama do Processo Decisório

Diagrama do Processo Decisório ou PDPC (Process Decision Program Chart)

O Diagrama PDPC procura não apenas antecipar possíveis desvios de rota, mas também desenvolver medidas alternativas que previnam a ocorrência de desvios e atuem satisfatoriamente caso ocorram desvios de rota
O PDPC procura também, desenvolver planos de contingências / planos alternativo para lidar com as incertezas.
Deve-se usá-lo quando:
1.A tarefa é nova ou única; 2.O plano de implementação é complexo e difícil execução; 3.A eficiência de implementação é crítica. 4.Projeto de instalação de uma nova máquina ou intervenção de manutenção 5.Desenvolvimento e introdução de novos produtos
O PDPC pode também, ser usado para mostrar a cadeia de eventos que levam a um resultado indesejável.
Roteiro para Construção:
O Diagrama do Processo Decisório (DPD) é construído nas seguintes etapas:
• Fluxo básico • Macro-DPD • Micro-DPD

Roteiro Básico:
1.Definir os pontos de partida e de chegada 2.Traçar um plano otimista  3.Pensar sobre fatos qu…