Pular para o conteúdo principal

As 5 mais importantes habilidades de negócios que cada empreendedor deve ter



Abrir seu próprio negócio significa ter de usar todos os diferentes tipos de “chapéus”. Se é o chapéu de marketing, o de vendas ou o chapéu de habilidades com as pessoas, você precisa saber como atrair vendas, e, do outro lado, o chapéu das operações, você também precisa saber como manter uma conta equilibrada e continuar a aumentar a sua riqueza.

Embora existam muitas habilidades de negócios que um empreendedor de sucesso deva ter, as cinco habilidades seguintes são as que você realmente precisa para tornar seu negócio bem sucedido:

1.    Vendas

Esta é simples - é claro que você vai precisar de habilidades de vendas, a fim de executar o seu negócio! Afinal, o marketing pode conduzir os clientes para o seu negócio, mas são as vendas que farão com que eles voltem e mantenham o caixa de seu negócio. Não é de se admirar por isso que a maioria dos empreendedores, na verdade, vem de uma base de vendas!

2.    Planejamento

Dar um passo errado pode quebrar sua empresa, especialmente quando ela ainda está nos estágios iniciais de desenvolvimento. Empreendedores que têm sucesso com seus empreendimentos elaboram um plano de negócios e colocam em prática, pensando em todos os riscos, benefícios e custos possíveis. Eles também fazem os seus planos realistas e informações em coisas como tempo e orçamento, a fim de tornar seus planos em realidade.

3.    Comunicação

A comunicação é uma habilidade fundamental para a maioria no mundo dos negócios (vendas inclusive). Comunicação é a forma como você será capaz de cultivar os empregados os leais, encantar os clientes a voltarem uma e outra vez, atrair investidores e outras fontes para aumentar as receitas para o seu negócio. Essa habilidade também pode vir a calhar quando se trata de fornecedores ou quaisquer outros serviços empresariais necessários que podem ser aplicados para o seu empreendimento, sendo amigável nas relações empresa-empresa é uma maneira infalível de ser tratada um pouco melhor, portanto, torna pelo menos um aspecto de seu trabalho um pouco mais fácil.

4.    Foco no cliente

Os empreendedores bem sucedidos mantêm foco estreito com seus clientes que estão pagando suas contas. Não se esquecem que tudo o que fazem é para o cliente, uma vez que o cliente é o que está permitindo que eles façam qualquer coisa, em primeiro lugar. Um bom empreendedor sempre terá tempo para um cliente, se receber uma reclamação ou elogio. Ter um bom foco no cliente significa que você vê cada cliente como uma oportunidade de fazer melhor e crescer, contra um aborrecimento ou uma dificuldade.

5.    Curiosidade

A melhor habilidade de negócios sempre foi uma curiosidade saudável. Isso vai leva-lo a olhar para o que seus concorrentes estão fazendo, e que também irá permitir que você utilize novas tecnologias para o melhor de sua capacidade de dinamizar o seu negócio e até mesmo chegar a novos clientes. Quando o único limite que você tem é o que você pode imaginar e aplicar, qualquer coisa é possível.


REFERÊNCIAS:

Tradução e adaptação do texto original de:

NEWLANDS, Murray. 5 Most important business skills every entrepreneur must have. Inc.com. Disponível em < http://www.inc.com/murray-newlands/5-most-important-business-skills-every-entrepreneur-must-have.html?cid=sf01002> Acessado em 17 de Ago. 2014.

Comentários

  1. Meu caro,

    Gostei muito do seu blog! Está muito completo e perfeitamente elucidativo de vários pormenores presentes na Gestão de Empresas. Já sou seguidor!
    Queira, se for sua vontade, passar no meu blog - Reflexões de Gestão - para fazer a sua apreciação! www.reflexoesgestao.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  2. Empreender as vezes dar medo, mas este medo nos podemos eliminar com uma boa estrategia, e assim entrar no mercado forte.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Significado Prático do 5S

Gerisval Alves Pessoa*
Daniel da Silva Jatahy**
Conceito de 5S


È um programa de educação e treinamento que busca a mudança no comportamento e nos hábitos das pessoas, de maneira simples e ao mesmo tempo revolucionária, por meio da prática de ações de melhorias contínuas no ambiente de trabalho e no gerenciamento do dia a dia das organizações.

Tem como objetivo principal preparar uma empresa, um departamento, um bairro, uma escola, uma cidade ou qualquer espaço físico para uma intervenção de melhoria no ambiente, por meio do envolvimento das pessoas e do trabalho em equipe.

Os 5S são uma derivação de cinco palavras de origem japonesa adaptadas para o português conforme descritas abaixo:


- Seiri: Senso de Utilização
- Seiton: Senso de Ordenação
- Seisou: Senso de Limpeza
- Seiketsu: Senso de Higiene, Saúde ou Bem Estar
- Shitsuke: Senso de Autodisciplina

Mas para torná-lo simples, é necessário que entendamos de forma prática o conceito de cada senso e que o torne uma ferramenta para ser utilizada …

Série Ferramentas de Gestão: FMEA

FMEA (Failure Mode and Effect Analysis) - Análise dos Modos e Efeitos das Falhas
FMEA é uma ferramenta básica aplicada à confiabilidade que tem sua principal aplicação para a:
-Melhoria de um produto ou processo já em operação. A partir da identificação das causas das falhas ocorridas e seu posterior bloqueio. -Detecção e bloqueio das causas de falhas potenciais (antes que aconteçam) em produtos ou processos já em operação. -Detecção e bloqueio das causas de falhas potenciais (antes que aconteçam) em produtos ou processos, ainda na fase de projeto.
A ferramenta FMEA (Análise dos Modos e Efeitos das Falhas) é um método de análise de projetos (de produtos ou processos, industriais e/ou administrativos) usado para identificar todos os possíveis modos potenciais de falha e determinar o efeito de cada uma sobre o desempenho do sistema (produto ou processo), mediante um raciocínio basicamente dedutivo. É um método analítico padronizado para detectar e eliminar problemas potenciais de forma siste…

Série Ferramentas de Gestão: Diagrama do Processo Decisório

Diagrama do Processo Decisório ou PDPC (Process Decision Program Chart)

O Diagrama PDPC procura não apenas antecipar possíveis desvios de rota, mas também desenvolver medidas alternativas que previnam a ocorrência de desvios e atuem satisfatoriamente caso ocorram desvios de rota
O PDPC procura também, desenvolver planos de contingências / planos alternativo para lidar com as incertezas.
Deve-se usá-lo quando:
1.A tarefa é nova ou única; 2.O plano de implementação é complexo e difícil execução; 3.A eficiência de implementação é crítica. 4.Projeto de instalação de uma nova máquina ou intervenção de manutenção 5.Desenvolvimento e introdução de novos produtos
O PDPC pode também, ser usado para mostrar a cadeia de eventos que levam a um resultado indesejável.
Roteiro para Construção:
O Diagrama do Processo Decisório (DPD) é construído nas seguintes etapas:
• Fluxo básico • Macro-DPD • Micro-DPD

Roteiro Básico:
1.Definir os pontos de partida e de chegada 2.Traçar um plano otimista  3.Pensar sobre fatos qu…