Pular para o conteúdo principal

5 maneiras de tornar-se insubstituível no trabalho



Se o seu líder não acha que você está fazendo o trabalho bem feito, há muitas pessoas que podem substituí-lo. Todo mundo quer ter uma vantagem, tornando-se insubstituível. Mas, como se tornar tão valioso no trabalho que seu líder não vai querer perdê-lo?

Aqui estão cinco dicas sobre como se tornar aquele cara inteligente que todos vão querer retê-lo no trabalho:

1 . Não seja um sabe-tudo

Mesmo que você pense que é brilhante, não seja vaidoso. As pessoas sempre procuram colegas de trabalho inteligentes, mas ninguém quer trabalhar com um tipo sabe-tudo. Especialmente se o mentalidade do sabe-tudo ofende o líder.

Seja um líder. Demonstre o seu conhecimento sobre o funcionamento interno da sua empresa e de sua função. Ofereça assistência aos seus colegas de trabalho, mas não exiba suas habilidades ou inteligência para provocar o ressentimento de todos no ambiente de trabalho.

2 . Continue a aprender.

Muitas empresas oferecem programas de aprendizagem continuada que incentivam o aumento do valor do empregado e a garantia da lealdade. Caso sua empresa tenha este tipo de programa, inscreva-se imediatamente. Não só você reforçará o seu conjunto de habilidades mas, se manterá atualizado em sua indústria, seus esforços serão notados e recompensados ​​pelo seu líder.

Não seja o último a abraçar as mudanças logísticas em seu ambiente de trabalho. Seja o primeiro.

3. Seja experiente, não inteligente.

Há uma grande diferença entre ser inteligente e ser experiente. Saber muito sobre um determinado assunto pode fazê-lo parecer como um sabe-tudo, mas necessariamente, não vai ajudá-lo no trabalho. Uma pessoa que pode citar Shakespeare pode ser considerada muito educada, mas não inteligente e indispensável em seu trabalho em uma corretora de imóveis.

Saiba sobre o seu trabalho. Seja rápido e eficiente. Não relaxe, concentre-se nas suas atividades.

4 . Conheça as pessoas de seu ambiente de trabalho.

Saiba interagir de forma eficaz e positiva com seus colegas de trabalho. Muitas pessoas perdem seus empregos porque não são bem aceitas por seus colegas de trabalho. Uma maneira de interagir eficazmente é ser sociável, e não social. Você está lá para trabalhar, não para falar sobre o que aconteceu no último episódio de Revenge.

Outra maneira é evitar a política do ambiente de trabalho. Um empregado inteligente é aquele que pode se dar bem com muitos diferentes tipos de personalidades. Seja paciente com os outros. Concentre-se em si mesmo, faça o trabalho ficar bem feito e ajude os seus colegas de trabalho serem bem sucedidos.

5. Aprenda a terminologia do negócio

Muitas carreiras usam a terminologia ou linguagem única para a indústria. Aprender a linguagem pode construir ou destruir uma carreira. Uma pessoa que não fala a terminologia própria da área nunca vai ser capaz de ter suas ideias aceitas, e pode até cometer um erro grave.

Se você trabalha em um escritório de advocacia e diz ao seu líder que apresentou um agravo quando na realidade você apresentou uma queixa, ele não vai saber o que você realmente documentou. O que se segue é uma conversa questionando como você passou no exame da OAB, seguida por uma advertência.

Seja consciente. Aproveite o tempo para aprender a terminologia de sua área e se comunicar com seus colegas de trabalho e clientes.

Faça bem feito as suas atividades e você será alguém que pode confiar nos outros, o que certamente fará manter-se na sua carreira.


REFERÊNCIAS:

Tradução e adaptação do texto original de:

MARIE, Savannah.  5 Ways to make yourself irreplaceable at work. Brazen life.  Disponível em < http://blog.brazencareerist.com/2013/11/18/5-smart-ways-to-make-yourself-irreplaceable-at-work/ > Acessado em 20 de Nov. de 2013.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Série Ferramentas de Gestão: FTA

Série Ferramentas de Gestão: FMEA

FMEA (Failure Mode and Effect Analysis) - Análise dos Modos e Efeitos das Falhas
FMEA é uma ferramenta básica aplicada à confiabilidade que tem sua principal aplicação para a:
-Melhoria de um produto ou processo já em operação. A partir da identificação das causas das falhas ocorridas e seu posterior bloqueio. -Detecção e bloqueio das causas de falhas potenciais (antes que aconteçam) em produtos ou processos já em operação. -Detecção e bloqueio das causas de falhas potenciais (antes que aconteçam) em produtos ou processos, ainda na fase de projeto.
A ferramenta FMEA (Análise dos Modos e Efeitos das Falhas) é um método de análise de projetos (de produtos ou processos, industriais e/ou administrativos) usado para identificar todos os possíveis modos potenciais de falha e determinar o efeito de cada uma sobre o desempenho do sistema (produto ou processo), mediante um raciocínio basicamente dedutivo. É um método analítico padronizado para detectar e eliminar problemas potenciais de forma siste…

Série Ferramentas de Gestão: Diagrama do Processo Decisório

Diagrama do Processo Decisório ou PDPC (Process Decision Program Chart)

O Diagrama PDPC procura não apenas antecipar possíveis desvios de rota, mas também desenvolver medidas alternativas que previnam a ocorrência de desvios e atuem satisfatoriamente caso ocorram desvios de rota
O PDPC procura também, desenvolver planos de contingências / planos alternativo para lidar com as incertezas.
Deve-se usá-lo quando:
1.A tarefa é nova ou única; 2.O plano de implementação é complexo e difícil execução; 3.A eficiência de implementação é crítica. 4.Projeto de instalação de uma nova máquina ou intervenção de manutenção 5.Desenvolvimento e introdução de novos produtos
O PDPC pode também, ser usado para mostrar a cadeia de eventos que levam a um resultado indesejável.
Roteiro para Construção:
O Diagrama do Processo Decisório (DPD) é construído nas seguintes etapas:
• Fluxo básico • Macro-DPD • Micro-DPD

Roteiro Básico:
1.Definir os pontos de partida e de chegada 2.Traçar um plano otimista  3.Pensar sobre fatos qu…